Artigo | O partido necessário

O partido necessário

Nesta semana tive a honra de ser reconduzido a presidência estadual do Partido Verde do Maranhão pelos nossos correligionários com a presença do nosso presidente nacional, Luiz Penna. Uma missão que estou cumprindo com garra e superação. Conseguimos ultrapassar a cláusula de barreira nas últimas eleições e contribuindo com o PV nacional para que o partido continue existindo de forma autônoma. Somos necessários ao Maranhão, pois somos uma das poucas agremiações partidárias que tem a coragem de cumprir seu papel de fiscalizar, denunciar e sugerir melhorias ao poder público. Não temos donos, nem rabo preso com ninguém. E entendemos que esse é o papel de um partido político, representar os maranhenses e incentivar a participação popular, pois as eleições nos ensinam que o povo cansou de falsas promessas e alianças feitas nas madrugadas.

Temos um time qualificado de pré-candidatos a prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em todo o estado. Pretendemos lançar mais de 100 candidatos a prefeito, muitos com possibilidade real de vitória e projetos arrojados para mudar a gestão de suas cidades. A meta é termos candidatos a prefeito nas maiores cidades do Maranhão ou apoiar projetos que refletem a nossa filosofia.

Dentre os que pretendemos incentivar a pré-candidatura estão quadros do partido como: Deputado Cesar Pires em Codó, Deputado Rigo Teles em Barra do Corda, eu, Deputado Adriano Sarney em São Luis, Presidente da Câmara de Vereadores Beto das Vilas em São José de Ribamar, ex-candidato a Deputado Federal Daniel Fiin em Imperatriz, Prefeito Magno Bacelar em Chapadinha e Vereadora Claudia em Timon. Nos municípios de pequeno médio porte temos quadros jovens como: a Presidente da Câmara Ana Quitéria em São Francisco do Brejão e o ex-candidato a prefeito Gabriel Tenório em Matões, entre vários outros.  Em algumas cidades tudo indica que apoiaremos candidatos consolidados como o Prefeito Alberico Filho em Barreirinhas, o ex-prefeito Dr. Miguel em Vargem Grande e a ex-prefeita Aninha de Presidente Vargas.

No que diz respeito a minha pré-candidatura a prefeito de nossa capital após recentes movimentos envolvendo a ex-governadora Roseana Sarney, da qual sou aliado e sobrinho, nada muda. Reafirmo minha pré-candidatura escolhida pela unanimidade de meus correligionários e agora chancelado pelo presidente nacional do partido como uma das prioridades do PV a nível Brasil.

A Prefeitura de São Luis é a ponta de lança do serviço público aos ludovicense e não posso me omitir em debater as soluções. A gestão não pode continuar sendo burocrática, não pode ser lenta na resolução dos problemas, não deve se acanhar frente aos desafios que toda máquina pública enfrenta. São Luís precisa reagir a tudo isso, mostrar que ainda é a Ilha Rebelde. Nós temos a vontade e a capacidade para modernizar nossa capital. De forma coesa, inovadora e com a participação popular, estamos rompendo, com coragem, os paradigmas e atraindo pessoas para o debate público e na construção de um conjunto de propostas realistas e arrojadas para transformar para muito melhor a vida dos ludovicenses. Uma tarefa urgente e necessária como é o PV para todo o Maranhão.

Ano que vem, nos aponta desafios e em consequência, novos horizontes. Temos uma grande oportunidade como maior e melhor alternativa, apresentando aos municípios de nosso estado nossas propostas, nossos pré-candidatos e na forma de administrar, com ética, probidade e planejamento.

Tempo novo, novo ciclo, ideias novas, novas caras. O Partido Verde tem a ousadia de ocupar seu espaço no debate de melhorias para o Maranhão.

Deputado Estadual, Economista com pós-graduação pela Université Paris (Sorbonne, França) e em Gestão pela Universidade Harvard.
Email: jadrianocs@post.harvard.edu
Twitter: @AdrianoSarney
Facebook: @adriano.sarney
Instagram: @adrianosarney

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *